Bem-vindo ao escandaloso mundo, cheio de abdômens e hormônios, de Riverdale, Archie. O novo drama adolescente de CW é uma versão mais nova e definitivamente mais sexy dos quadrinhos Archie, e muito disso teve a ver com escolher o nativo neozelandês, meio Samoan, K.J. Apa como papel principal. (Não, ele não é naturalmente ruivo, mas nada que pintura de cabelo não possa resolver.) Tem sido um grande ano para Apa: ele também estrela no filme de Lasse Hallström, Quatro Vidas de um Cachorro (A Dog’s Purpose), que teve uma certa controvérsia quando vazaram um vídeo onde aparecia um animal ser mal tratado no set. (Uma investigação independente concluiu que a filmagem tinha sido editada e os animais não tinham sido machucados.) A Vulture falou com Apa no telefone, sobre sofrer o processo de pintar o cabelo, quem ele shippa em Riverdale, e como é se tornar um objeto sexual.

É uma entrevista longa, mas se você quer conhecer mais o KJ, vale a pena ler.

  • Você sempre usou K.J.?Sim, eu sempre usei K.J. Meu nome verdadeiro é Keneti James Fitzgerald, mas K.J. é abreviação para Keneti James, que é um nome Samoan.
  • Seu pai é Samoan, certo?Sim, ele é. Eu tenho uma família muito grande de Samoan. E a cultura de lá sempre teve uma grande importância na minha vida. Eu tenho muitos familiares pelo lado do meu pai que vivem em Samoa e em Nova Zelândia. Eu estive cercado por essa cultura desde que eu era uma criança. Eu, na verdade, costumava falar Samoan, mas eu e minhas irmãs meio que esquecemos. Nós vamos lá ao menos uma vez por ano para ver os familiares. E meu pai recentemente fez uma tatuagem tradicional da Samoan. Ele é um comandante lá, então ele fez a tatuagem para comemorar isso.
  • Eu vi que você também tem uma tatuagem no seu ombro direito.Sim, eu tenho. Eu fiz quando tinha 15 anos, quando meu pai se tornou chefe da sua vila.
  • Então, eu tenho que perguntar: Qual é a sua cor natural de cabelo?Meu cabelo é castanho escuro.
  • Você pintou seu cabelo para as audições?Não, definitivamente não. [Risos.]
  • Eu gosto de imaginar os atores indo para suas audições usando perucas ruivas.Eu não vi nenhuma pessoa ruiva nas audições. Todos os caras que eu conheci lá, nenhum deles eram americanos, então isso também é loucura. Você vê caras vindo da Austrália e da Inglaterra e eles são incríveis. Eu sinto que americanos adoram britânicos.
  • Qual é o processo para conseguir alcançar e manter essa cor de cabelo?É muito desagradável, cara. Eu tive que ir para um salão a cada duas semanas para pintar e descolorir e tudo isso. Então sim, não é a minha coisa favorita de fazer, mas obviamente eu tive que fazer porque a raíz aparecia e meu cabelo cresce muito rápido. Então, eu posso filmar durante duas semanas no máximo, e então tenho que pintar de novo. Eu fico sentado lá por no mínimo duas horas e meia, então eu fico no meu iPad e leio alguns roteiros e coisa assim. Me mantenho entretido.
  • É dolorido?Doeu bastante na primeira e segunda vez que eu fiz, porque eles fizeram as minhas sobrancelhas também.. Eles acabaram descolorindo minhas sobrancelhas, e eu fiquei com dois buracos — eles queimaram na minha pele. E eu estava, “Oh, nós temos que resolver isso.” Felizmente, isso não aconteceu novamente, mas sim, foi bem horrível.
  • Isso parece horrível. Eu estava curiosa sobre o sotaque americano. O que você assistiu para estudá-lo?Eu nunca realmente sai e estudei o sotaque americano. Eu apenas vim para os Estados Unidos e foi algo que eu consegui fazer. Tipo, eu nunca tive problemas com isso. Eu costumava falar comigo mesmo quando era criança em um sotaque americano. Além disso, eu não sei como consigo fazer. É um sotaque fácil de se fazer, eu acho, entre todos os sotaques. É mais difícil para americanos fazer um sotaque neozelandês do que um neozelandês fazer um sotaque americano. Eu acho que isso também acontece porque a cultura americana é muito popular e está em todo lugar do globo. Eu acho que meu lado musical me ajudou também. Eu sempre toquei guitarra e piano pelo o que eu escutava, então eu acho que consigo fazer isso com voz também. Eu sou capaz de ouvir e então imitar ou algo assim.
  • Quando você fala consigo mesmo quando era criança, você interpretava personagens?Sim, eu nunca era eu mesmo. Eu meio que só sussurrava. Eu conversava comigo mesmo como duas pessoas diferentes. Eu continuo fazendo agora, na verdade. E sempre será com sotaque americano.
  • Você está torcendo que Archie fique com alguém mais do que com outra?Antes de eu me envolver com isso, eu não conhecia o Archie, mas eu pensei, por Betty e Archie serem tão famosos, que eu amaria ver Archie e Betty juntos. Eu acho que é icônico e todo mundo quer isso. Se tem algum relacionamento que eu gostaria de ver, seria Archie e Betty, que é um relacionamento meio clássico.
  • Archie é quase que um objeto sexual em Riverdale. É um papel estranho para aceitar?É sempre estranho interpretar um objeto sexual; nunca é um sentimento natural. Mas quando eu li o roteiro, não foi difícil perceber como eles queriam fazer. Então eu estava preparado para isso, e eu sabia que as pessoas iriam ver desse modo também. Mas sim, foi estranho. Eu não acho que seja parecido com qualquer coisa que eu estava acostumado. No momento que você se acostuma a ser um objeto sexual, isso pode ser perigoso.Quando as pessoas passam a te olhar como um objeto sexual, essa não é a forma como você é definido. Eu acho que você apenas precisa voltar para o coração de tudo. Há mais do Archie do que abdômen e seu corpo e ficar com garotas e coisas assim. Ele é um personagem que é humano, e as pessoas deviam ver além disso, sabe o que quero dizer? Eu acho que as pessoas vêem, mas inicialmente, no primeiro olhar, as pessoas vão vê-lo como objeto sexual.
  • Bom, ajuda a prender os telespectadores, se permite dizer.Exatamente, sim. Alguém tem que ter os abdômens na série.
  • Quando você estava gravando Quatro Vidas de um Cachorro (A Dog’s Purpose), você tinha comida nos seus bolsos para treinar os cachorros? Ou você aprendeu comandos?Sim, filmagens onde os cachorros corriam para você e lambiam seu rosto, você normalmente tinha comida nas suas mãos. Eles faziam o cachorro sentar, você ia para sua marca, e então o treinador iria dizer, “Vai,” e o cachorro corria para você porque ele sabia que tinha comida e ele iria comer. É engraçado, eu e Britt [Robertson] tínhamos essa coisa, onde nós tínhamos que fazer essa cena de beijo no carro. Estava no roteiro que o cachorro iria aparecer entre nós dois enquanto nos beijamos, e iria começar a lamber o rosto dela, e a única forma de fazer com que o cachorro fizesse isso foi esfregando molho de galinha na bochecha da Britt. Então foi estranho. Beijar enquanto tinha galinha em todo seu rosto. Foi bem quente.
  • Vamos falar sobre aquela filmagem “manipulada” do pastor alemão no set. Não era uma cena sua, mas você viu o vídeo?Eu vi o vídeo. Sabe, é uma tristeza que um vídeo editado criou essa percepção errado do filme, um filme que é sobre amor. É uma desventura. Havia muito ódio sobre o filme por causa disso. Todo mundo estava falando sobre. Mas não ouvi mais sobre isso. E Gavin Polone fez esse artigo incrível. Ele era nosso produtor, e ele fez esse artigo dizendo como as coisas eram e o que realmente aconteceu naquele dia. Eu vou sugerir que as pessoas leiam, se ainda não o fizeram.Toda vez que eu estive no set, eu testemunhei um time de produção que percorreu muito para se assegurar que os cachorros estavam sendo tratados com todo respeito e amor. Eu não estava lá no dia que o vídeo foi gravado, e eu só posso comentar coisas que eu vi com meus próprios olhos, mas obviamente eu não estaria envolvido em qualquer tipo de produção que maltratassem animais, ou humanos. Todo dia que eu estive no set, aqueles animais recebiam muito amor, mais do que eu já havia visto. E eles eram felizes também. Mas no caso desse incidente, eu não estava lá. Eu não posso falar sobre porque eu não vi o que aconteceu.
  • Você conseguiu o papel do Archie cedo em sua carreira. Que outros tipos de papéis você espera interpretar no futuro?Essa é uma boa pergunta. Eu ainda sou muito novo na atuação e eu sinto que ainda estou aprendendo, sabe? Eu ainda estou entendendo o que significa ser um ator. Até mesmo coisas como o que aconteceu com o filme, sabe o que quero dizer? Ser um ator não é apenas ser um ator. Você tem todas essas outras responsabilidades que você é responsável, porque quando merdas acontecem, as pessoas estão olhando para os caras na tela — para serem responsabilidade pelas coisas.No momento, eu realmente quero ação. Eu sinto que quero fazer algo mais físico. E acho que filmes de ação irão me proporcionar isso. Eu definitivamente quero fazer mais filmes depois de fazer Quatro Vidas de um Cachorro. Eu estava pensando sozinho, mesmo quando eu estava fazendo aquilo, imaginava se eu pudesse fazer isso para sempre. Fazer filmes é definitivamente o que eu quero para adquirir mais experiência. Eu quero me afastar do atleta do ensino médio.
  • Essa é uma pergunta muito boba: Todos os famosos na Nova Zelândia se conhecem?[Risos.] Quero dizer, não. Não.
  • Então você não conhece a Lorde?Não, não conheço ela. Eu vi ela, na verdade. Eu vi ela na Nova Zelândia. Eu estava andando e ela passou de carro e eu olhei para ela e sorri e ela olhou para longe de mim e eu fiquei bem envergonhado.

© Tradução/Adaptação: Juliana Piazza – KJ Apa Brasil – Não reproduza sem os créditos.